pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Começa mais uma temporada de desova em Fernando de Noronha

30/12/2021 - Descubra mais sobre a importância da ilha para a conservação das tartarugas marinhas e o trabalho que a Fundação Projeto Tamar realiza lá. ↓

Em 17 de dezembro de 2021, a Fundação Projeto Tamar registrou o primeiro ninho da temporada no Arquipélago de Fernando de Noronha, marcando o início de mais um período reprodutivo para as tartarugas-verdes (Chelonia mydas), única espécie que se reproduz na Ilha. A temporada de desova em Ilhas Oceânicas vai até junho e é diferente do litoral, que acontece de setembro a março.

Na ilha, são registradas em torno de 300 desovas por temporada e mais da metade acontece na praia do Leão. No caso das tartarugas-verdes, esse número de ninhos varia bastante, pois as fêmeas não desovam anualmente e sim a cada três anos, em média. As primeiras tartaruguinhas devem começar a nascer em fevereiro e, todos os anos, cerca de 16 mil filhotes nascem e chegam ao mar em segurança!

Agora quer saber por que a base de Fernando de Noronha é tão importante para o trabalho de pesquisa e conservação? A transparência do mar oferece uma condição excelente para estudos sobre a biologia e o comportamento das tartarugas marinhas em seu ambiente, especialmente quando estão submersas. Além disso, a ilha é área de reprodução para tartaruga-verde e área de alimentação, crescimento e repouso para juvenis desta espécie e da tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata).

Por isso, além do monitoramento de fêmeas e ninhos no período reprodutivo, o Projeto Tamar em Fernando de Noronha desenvolve um programa de marcação e recaptura de tartarugas que utilizam a região durante uma etapa do seu ciclo de vida. Desde 1990, mais de 5 mil tartarugas já foram marcadas através de mergulho livre ou autônomo para capturar os animais. Os pesquisadores trazem os animais para a areia para coletar dados e o trabalho pode ser acompanhado por quem estiver na praia. Duas tartarugas-de-pente marcadas ainda juvenis em Noronha foram recapturadas na África, acredita? Isso demonstra a capacidade que esses animais incríveis têm de viajar longas distâncias, até mesmo intercontinentais.

O Projeto Tamar está presente no Arquipélago de Fernando de Noronha desde 1984 realizando trabalho de pesquisa e conservação. Estamos prontos e animados para mais uma temporada.

E, para quem quiser apoiar as atividades da Fundação Projeto Tamar, venha visitar nosso museu das tartarugas marinhas. O espaço conta com réplicas, esqueletos, cascos, painéis explicativos e muito mais. Temos visitas orientadas e palestras onde você vai poder aprender com nossos biólogos tudo sobre o ciclo de vida desses animais e nosso trabalho para protegê-los. Para completar, conheça nossa Loja Tamar, lá todo valor arrecadado é revertido para ações de pesquisa, inclusão social e proteção das tartarugas. Estamos te esperando!

Tartaruga Tartaruga-verde ou Tartaruga-aruanã

FUNDAÇÃO PROJETO TAMAR UBATUBA - SP

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras